No divórcio, o cônjuge tem direito a uma parte do meu FGTS?

BBvPhAR

Pergunta da leitora: Estou me divorciando e tenho dúvidas sobre quanto devo perder de dinheiro. No divórcio, o cônjuge tem direito a uma parte do meu FGTS?

Divórcio é sempre perda. Mas perde`se aqui e ganha-se ali. Afinal, casa-se para ser feliz e separa-se, também, para ser feliz. As perdas financeiras são quase inevitáveis, pois duas pessoas que sustentavam uma casa, a partir do divórcio terão que sustentar duas casas e com o mesmo dinheiro.

A partilha do patrimônio seguirá as regras do regime de bens escolhido pelo casal. Supondo que o seu regime seja o da comunhão parcial de bens, pois a maioria dos casamentos no Brasil assim o são, significa que terá que partilhar tudo que foi adquirido na constância do casamento a título oneroso, isto é, com o produto do trabalho, inclusive o FGTS.

Não há uma disposição de lei dizendo que o FGTS deve ser partilhado. Há, apenas, decisões dos tribunais, em sua maioria, dizendo que deve ser partilhado o valor do FGTS relativo ao período do casamento, se o regime for o da comunhão parcial.

E, se o regime for o da comunhão universal, partilha-se de todo o período. Se o regime for o da separação de bens, obviamente que nada se partilhará.

Msn

20/08/16